Foto: Reprodução/Facebook. Filmes

Filme sul-coreano “Parasita” faz história no Oscar 2020


O filme sul-coreano “Parasita”, do diretor Bong Joon-ho, fez história no Oscar 2020 ao vencer na categoria mais importante da premiação, Melhor Filme, se tornando a primeira produção de língua não-inglesa da história a realizar tal feito. 

“Parasita” também levou para casa a estatueta dourada em outras três categorias importantes do Oscar: Melhor Filme Estrangeiro, Melhor Roteiro Original e Melhor Direção. Em uma edição com concorrentes tão fortes como “Era Uma Vez… Em Hollywood”, “1917” e “Coringa” (todos em língua inglesa), o feito do filme sul-coreano foi uma grata surpresa.

A surpresa, no caso, não vem pela falta de qualidade do filme – muito pelo contrário, “Parasita” não só é aclamado pelo público como também chega de uma série de vitórias em premiações como o Globo de Ouro, BAFTA, Cannes e o Spirit Awards.

No entanto, o Oscar é conhecido por sua falta de diversidade (que permeia questões de gênero e raça) e suas escolhas controversas – na última edição, por exemplo, o polêmico longa “Green Book” foi o vencedor na categoria Melhor Filme.

Poucos acreditavam que a Academia fosse consagrar um filme sul-coreano, mas “Parasita” ganhou o que merecia.

Além do recorde na categoria principal, ele se tornou o primeiro filme sul-coreano a levar uma estatueta do Oscar para casa e ainda o sexto filme de língua não-inglesa a vencer na categoria Melhor Roteiro Original.

De tão raro, todo este brilho de “Parasita” no Oscar 2020 parece mais um sonho. Será que uma das premiações mais importantes do cinema está finalmente mudando?

Foto: Reprodução/Facebook

 

Leia mais sobre Filmes

Comentários

comentários