Foto: Reprodução/@arianagrande. Música

Com recorde histórico, Ariana Grande ocupa simultaneamente as 3 primeiras posições na Billboard Hot 100


Mais um feito incrível para a carreira da Ariana Grande! Nesta terça-feira (19/02), a Billboard anunciou que a cantora ocupa simultaneamente as três primeiras posições do Billboard Hot 100, feito alcançado apenas pelos Beatles em 25 de abril de 1964 com as canções “Can’t Buy Me Love,” “Twist and Shout” e “Do You Want to Know a Secret”, respectivamente .

Ocupando a primeira posição do ranking está o viral “7 Rings”, lançado por Grande em janeiro. O single é seguido por “Break Up With Your Girlfriend, I’m Bored”, última canção da cantora a ganhar um videoclipe (assista clicando aqui). Em terceiro lugar vem o hit “Thank U, Next”, que dá nome ao álbum.

Com o feito, Ariana Grande se torna a segunda artista em 60 anos de Billboard Hot 100 a monopolizar as três primeiras posições musicais do ranking. A marca é mais um grande feito na carreira de Ariana, que nunca viveu um momento tão frutífero em sua vida profissional. Apesar da ótima notícia, os Beatles continuam sendo os únicos artistas que conseguiram ocupar as cinco primeiras posições do Hot 100, recorde alcançado em 4 de abril de 1964.

Este não é o único feito notável que Ariana Grande alcançou com o álbum “Thank U, Next”. Com o lançamento da faixa-título, Ari bateu o recorde do Spotify de canção feminina mais ouvida nas primeiras 24h desde seu lançamento, com 8,2 milhões de reproduções. Com “7 Rings” dois meses depois, o sucesso se repetiu, e Ariana bateu o recorde de canção mais ouvida nas primeiras 24h da história do Spotify, com quase 15 milhões de reproduções.

Ao receber as boas notícias, Ariana tweetou: “Eu ri quando vi isto porque achei que vocês [fãs] haviam editado. Obrigada do fundo do meu coração, por vários motivos. Primeira vez desde os Beatles, huh?! Isto é louco. Eu achei que fosse uma brincadeira quando vi, não estou brincando. Eu amo vocês, muito. Sempre amei e sempre vou amar. Obrigada por tudo”.

Foto: Reprodução/@arianagrande

 

Relacionado:

Leia mais sobre Músicas

Comentários

comentários