Foto: Reprodução. Música, Trending

Lady Gaga pede desculpas por parceria com R. Kelly e promete deletar canção das plataformas


A cantora Lady Gaga publicou em suas redes sociais nesta quinta-feira (10/01) uma declaração na qual pede desculpas ao público pela parceria com o cantor R. Kelly, “Do What U Want”, de 2013. Gaga também afirmou que irá deletar o single do iTunes e de todas as plataformas de streaming.

A decisão da cantora se dá pouco após a exibição da série documental “Surviving R. Kelly”, do Lifetime. Durante os dias 3, 4 e 5 de janeiro os Estados Unidos pôde acompanhar os seis episódios da produção, que exibe o testemunho de mulheres que acusam R. Kelly de abuso sexual e psicológico.

Há 20 anos que acusações desta natureza estão relacionadas ao nome do cantor – acusado de ter relações sexuais com menores de idade e de manter um “culto sexual” em sua casa. No entanto, o lançamento da série documental ajudou a trazer o assunto novamente à tona.

Em sua declaração, Lady Gaga diz:

“Eu apoio 1000% estas mulheres, acredito nelas, sei que estão sofrendo e com dor, e acredito fortemente que suas vozes devem ser ouvidas e levadas a sério. O que estou ouvindo sobre as acusações a R. Kelly é absolutamente horrível e indefensável. Como uma vítima de assédio sexual, eu fiz tanto a canção como o videoclipe em um momento obscuro da minha vida. Minha intenção era criar algo extremamente desafiador e provocativo porque eu estava com raiva e ainda não havia processado o trauma que havia acontecido na minha própria vida. A música se chama “Do What U Want (With My Body)” [“faça o que quiser com o meu corpo”, em tradução literal], acho que está claro como eu tava pensando errado na época. Se eu pudesse voltar no tempo e conversar com o meu “eu” mais novo, eu falaria para ela ir à terapia que busquei desde então, para que eu pudesse entender o estado confuso e pós-traumático no qual eu estava – ou se a terapia não fosse uma opção para mim ou qualquer um na minha situação – procurar ajuda, e falar sobre o que passei o mais abertamente e honestamente possível. Não posso voltar no tempo, mas posso seguir em frente e continuar a dar apoio a mulheres, homens e pessoas de todas as identidades sexuais, todas as raças, que são vítimas de assédio sexual. Eu demostrei minha postura sobre esta questão e outras também várias vezes durante a minha carreira. Eu compartilho isto não para arranjar desculpas para mim, mas para explicar. Até que aconteça com você, você não saberá como é [frase da canção “Til It Happens To You”, também da cantora]. Mas agora eu sei como me sinto. Eu vou remover esta canção do iTunes e de outras plataformas de streaming e não trabalharei novamente com ele. Me desculpem, tanto pelo meu mau julgamento quando eu era jovem, quanto por não ter falado sobre isto antes. Eu amo vocês.”

 

Segundo o TMZ, fontes dizem que R. Kelly está “enojado com a série”, a qual seria uma “vingança” contra ele organizada por produtores e outras pessoas que o odiaram pelo curso de sua carreira. Ainda segundo o site, o cantor afirma não conhecer nem metade das pessoas que aparecem na série (as entrevistadas). Uma fonte afirma que “ele vai processar todo mundo que teve a ver com isso”.

Confira o trailer de “Surviving R. Kelly”, do canal Lifetime:

Foto: Reprodução

 

Leia mais sobre Músicas

Comentários

comentários