Relacionamento de John Lennon e Yoko Ono deve virar filme Filmes, Música

Relacionamento de John Lennon e Yoko Ono deve virar filme


John Lennon e Yoko Ono tiveram um dos relacionamentos mais excêntricos e comentados da história da música. Agora, a Universal Pictures pretende levá-lo aos cinemas. 

A informação é do site americano Deadline, que afirma que a empresa está em negociações para comprar os direitos de adaptação da história, que ganhou um roteiro assinado por Anthony McCarten, também responsável pelo filme “Bohemian Rhapsody”, sobre a banda Queen, prestes a ser lançado.

O diretor deverá ser Jean-Marc Vallée, responsável pelas aclamadas séries adaptadas “Big Little Lies” e “Sharp Objects”, da HBO.

A viúva de John Lennon, Yoko Ono, terá participação direta na produção, ainda segundo o site, produzindo o filme ao lado de Michael De LucaJosh BratmanNathan Ross, Vallée e McCarten.

Lennon conheceu Ono em uma exposição de arte da artista na Galeria Indica, em Londres, no ano de 1966. O músico ainda era casado com Cynthia Lennon à época, o que contribuiu para que o relacionamento entre eles já começasse de forma controversa. Após a separação de Lennon, ele e Yoko viveram inseparavelmente durante as gravações dos últimos álbuns dos Beatles, motivo pelo qual alguns fãs atribuem a culpa do fim da banda à ela.

O relacionamento de John Lennon e Yoko Ono ainda sofreu altos e baixos durante a década de 70, quando eles ficaram separados por um período, no chamado “Fim de Semana Perdido” do músico. O relacionamento foi reatado após uma ajuda do grande companheiro de John durante os Beatles, Paul McCartney.

Após o período, Lennon e Ono tiveram um filho, Sean, e viveram juntos até 1980, quando o músico foi morto por Mark David Chapman.

Comentários

comentários