Football's coming home: conheça a história da música entoada pela torcida inglesa Música, Trending

“Football’s coming home”: conheça a história da música entoada pela torcida inglesa


Em meio à reta final da Copa do Mundo da Rússia, um refrão emblemático, mas não tão novo tem sido destaque na competição, entoado pela torcida da Inglaterra nos estádios e também nas redes sociais de diversos fãs e artistas que apoiam o time inglês: “Football’s coming home”. 

Lançada pela banda britânica The Lightning Seeds em maio 1996, a canção, chamada “Three Lions”, em referência ao símbolo com os três leões da camisa da Inglaterra, virou praticamente um hino dos amantes ingleses de futebol. A música foi escrita pelo vocalista do grupo Ian Broudie, e pelos comediantes David Baddiel e Frank Skinner.

Curiosamente, a faixa original trouxe uma mensagem um pouco diferente do habitual: geralmente, as músicas que homenageiam times enaltecem seus feitos históricos e mostram o eterno apoio do torcedor. Esta, porém, falou justamente sobre os 30 anos, à época, em que a Inglaterra ficou sem títulos mundiais, já que a única conquista do time no torneio foi em 1966, quando sediou a Copa do Mundo, e que eles ainda acreditam que o futebol voltará ao lar de origem:

“Thirty years of hurt / never stopped me dreaming” [“Trinta anos de mágoa / nunca me impediram de sonhar”], “Football’s coming home” [futebol está voltando para a casa].

“Three Lions” ganhou diversas versões ao longo dos anos, mas três destas foram lançadas oficialmente pelo The Lightning Seeds: a original, lançada para a Eurocopa de 1996; uma secundária, nomeada de “3 Lions ’98”, para a Copa do Mundo da França, em 1998; e uma terceira versão, também em 98, para o karaokê.

Na segunda versão da música, houve algumas alterações na letra. Em vez de lamentar sobre o grande período de “seca” da seleção inglesa, a canção relembrava alguns momentos da Eurocopa de 1996, campeonato sediado pela Inglaterra, no qual a equipe perdeu nos pênaltis para a Alemanha, na semifinal. Novamente, a faixa alcançou o topo das paradas britânicas, ultrapassando a música oficial da seleção inglesa para a Copa do Mundo da França.

“It was nearly complete / It was nearly so sweet” [“Foi quase completo / Foi quase tão bom”]

“No more years of hurt / No more need for dreaming” [“Sem mais anos de mágoas / Sem necessidade de sonhar”]

No mesmo ano, também foi lançado o clipe oficial da canção, repleto de referências à competição de 1996. Em certo momento, aparece uma turma de alemães para jogar futebol contra torcedores ingleses, incluindo os autores da música Ian Broudie, David Baddiel e Frank Skinner, e todas as camisas, exceto uma, são nomeadas como Kuntz, nome do jogador alemão [Stefan Kuntz] que teve grande importância na conquista da vitória em cima da Inglaterra na semifinal.

Comentários

comentários