Foto: Divulgação. Séries

6 séries incríveis que foram canceladas cedo demais


Nem tudo é renovado no mundo do showbiz. Confira esta lista com 6 séries que foram canceladas prematuramente:

Diferente de produções como Sense8, que ganhou da Netflix um especial final após diversas reclamações por parte dos fãs, são poucas as séries canceladas que ganham a oportunidade de ter um final digno. 2 Broke Girls, The Get Down, Girlboss, Marco Polo… Ao ano, diversas produções (novas ou mais antigas) são canceladas. No entanto, se destacam as séries que mais deixaram saudade (e cliffhangers) aos fãs. Vamos a uma lista com 6 programas incríveis que, infelizmente, viram seu fim muito cedo.

1 – “Hannibal”, (2013-2015)

Apesar de conter 3 temporadas, o cancelamento de Hannibal foi muito sentido pelos fãs da série. Rolou até uma petição com mais de 50 mil assinaturas pedindo para a NBC uma 4ª temporada, mas nada feito. Ao que tudo indica, a série foi finalizada mais cedo por conta de problemas relacionados a direitos autorais – o criador Bryan Fuller pretendia introduzir a personagem Clarice Starling na quarta temporada, mas os direitos estavam “indisponíveis”.

2 – “Freaks and Geeks”, (1999-2000)

A série que lançou a carreira de James Franco, Seth Rogen e Jason Segel, Freaks and Geeks, foi cancelada após apenas uma temporada. O motivo? Baixa audiência. No entanto, ficou claro que o programa foi prejudicado pelo péssimo timing em que estreou. Além de passar na televisão aos sábados à noite – horário em que seu público alvo não estava em casa – a série ainda sofreu com a temporada de baseball, que obrigou um hiato de 3 semanas.

Dica: para assinantes Netflix, Freaks and Geeks se encontra no catálogo.

3 – “Don’t Trust The B—- In Apartment 23”, (2012-2013)

A ótima Don’t Trust The B—- In Apartment 23, que tem Krysten Ritter como a divertida Chloe, foi cancelada após apenas duas temporada no ar. A decisão ocorreu por parte da ABC, que já havia deixado a série na “bolha”. Vale muito a pena conferir!

Dica: para assinantes Netflix, Don’t Trust The B—- In Apartment 23 se encontra no catálogo.

4 – “Chewing Gum”, (2015-2017)

Criada e protagonizada por Michaela Coel, Chewing Gum é, infelizmente, mais uma produção que se despediu muito cedo do público. Neste caso, o cancelamento da genial série de comédia veio por parte da própria Coel que, há poucos meses, anunciou que “sente que atingiu o ápice criativo” com a última temporada. Porém, ainda há esperanças: a artista não descarta a possibilidade de trabalhar na série novamente.

Dica: para assinantes Netflix, Chewing Gum se encontra no catálogo.

5 – “Pushing Daisies”, (2007-2009)

Outra série de Bryan Fuller (Hannibal), a divertida e incomum Pushing Daisies foi cancelada após 2 temporadas. Aclamada pela crítica especializada, a produção também foi vítima de fracas marcas de audiência.

Bônus

“The Comeback”, (2005 e 2015)

Após o fim de Friends em 2004 a nossa eterna Phoebe Buffay, Lisa Kudrow, estrelou a comédia The Comeback. Seguindo o estilo mockumentary a série não agradou muito o público – ainda acostumado com os sitcoms – e foi cancelada logo após sua primeira temporada. No entanto, 10 anos depois, a produção foi trazida de volta pela HBO para mais uma leva de episódios.

“Twin Peaks”, (1990-1991 e 2017)

Aclamada pela crítica, Twin Peaks foi sucesso absoluto em suas 2 temporadas até a revelação de seu maior mistério. Segundo o livro Twin Peaks – Arquivos e Memórias, de Brad Dukes, David Lynch e Mark Frost foram obrigados a revelar a identidade do assassino de Laura Palmer ainda no meio do seu segundo ano, fazendo com que a série perdesse seu maior trunfo e, com isso, audiência. No entanto, após 25 anos, Twin Peaks ganhou uma terceira temporada, produzida pela Showtime.

Dica: para assinantes Netflix, a nova temporada de Twin Peaks se encontra no catálogo.

 

Com participação de Gabriel Fonseca e Demerson Souza

 

Foto: Divulgação

 

Leia mais sobre Séries

Comentários

comentários