'Passageiros': teaser mostra Jennifer Lawrence e Chris Pratt em encontro Críticas, Filmes

Crítica | “Passageiros” tem saldo positivo, apesar de previsível


O Pop Cultura assistiu ao filme “Passageiros”, lançado no Brasil no último dia (05). Com Jennifer Lawrence e Chris Pratt no elenco, o longa tem saldo positivo, apesar de não fugir do modelo que já conhecemos bem de ficção científica. 

O enredo conta a história de Jim Preston (Chris Pratt), um engenheiro mecânico que, junto de outras 5 mil pessoas, está a bordo de uma nave que viaja da Terra a outro planeta. Entre eles, também está Aurora Lane, jornalista e escritora. O problema, porém, é que todos os passageiros deveriam hibernar em suas cápsulas durante grande parte do trajeto, que dura 120 anos. Por uma falha mecânica, isso não acontece e os dois personagens são acordados antes.

Dirigida por Morten Tyldum, diretor de “O Jogo Da Imitação”, de 2014, a história segue a linha já previsível de ficção científica, mas ainda assim o enredo consegue ser criativo. Como se uma ilha deserta fosse transportada para o espaço, quase um Adão e Eva espacial. Os efeitos especiais também merecem ser elogiados.

Grande diferencial é que o filme tem apenas 4 atores no total e em nenhum momento o “vazio” é perceptível. Além dos dois principais, Michael Sheen dá vida a um robô bastante simpático chamado Arthur. O elenco fica completo com Laurence Fishburne, intérprete de Gus Mancuso, responsável pela nave que os transporta.

Quanto a este pequeno, mas completo time, a única observação é a atuação de Jennifer Lawrence no início do filme. Deixou um pouco a desejar, levando em consideração os ótimos trabalhos que a atriz vem fazendo. Parece um choque inicial, mas melhora com o decorrer do enredo.

Como conclusão, damos uma nota 3,5 (de 5) ao longa. Apesar de previsível, objetivo proposto é cumprido bem, e o filme entretém do início ao fim.

Assista ao trailer:

Comentários

comentários