rogue-one-poster-slice-600x200 Críticas, Filmes

Crítica | Rogue One: Uma das melhores histórias de Star Wars


Rogue One: Uma história Star Wars estreou nos cinemas nesta quinta-feira (15), e é claro que nós fomos assistir! Confira o nosso review sem spoilers!

Nem precisa ser fã para saber que as histórias do universo de Star Wars ocorreram há muito tempo, numa galáxia muito, muito distante. Mas quem assiste Rogue One tem a sensação de que a realidade das personagens é muito mais próxima da nossa do que imaginávamos.

Dirigido por Gareth Edwards, o filme nos mostra a vida sofrida de qualquer povo que habita uma zona de guerra e não tem um Jedi por perto para lhe oferecer proteção.

rogue_one_sizzle_reel

Entre casos e mais casos de famílias destruídas e ideais abalados, Rogue One destaca a trajetória de Jyn Erso (Felicity Jones), que acaba se aliando aos Rebeldes para roubar os planos de uma arma bélica que seu pai ajudou a construir, a Estrela da Morte.

rogueone_gr1b4nx

O desfecho desta história é conhecido por qualquer fã da saga, mas é impossível não se emocionar com o desenrolar dos acontecimentos.

Com paisagens incríveis e efeitos especiais que, apesar de modernos, nos fazem lembrar da franquia original, o longa nos apresenta personagens de características fortes e cativantes, capazes de deixar a linha entre o bem e o mal quase que imperceptível.

Pela primeira vez, a legitimidade das ações da Aliança Rebelde é questionada. Prova disso é o capitão Cassian Andor (Diego Luna), que não pensa duas vezes antes de cumprir suas ordens, por mais cruéis que elas sejam. Nem mesmo o seu companheiro K-2SO (Alan Tudyk) inspira confiança, já que se trata de um droide imperial reprogramado e que fala tudo o que vem a sua cabeça.

rogue-one-cassian2

Sem a presença dos cavaleiros Jedi, a Força também precisou ser retratada de uma maneira um tanto quanto diferente, sendo a justificativa para o comportamento quase lunático do divertido e corajoso Chirrut Îmwe (Donnie Yen).

rogue-one-mz-jnc

A trilha sonora, elemento muito marcante de todo o universo Star Wars, também não decepcionou em Rogue One. As faixas criadas por Michael Giacchino aumentam a potência das cenas e nos fazem lembrar das músicas criadas por John Williams.

Em poucas palavras, Rogue One: Uma história Star Wars já se tornou um clássico e merece ser visto no cinema. Com bom humor e personagens carismáticos, vai agradar até mesmo quem nunca assistiu outros filme da saga.

Comentários

comentários