"Deadpool 2": diretor Tim Miller deixa o projeto por 'divergências criativas' Filmes, Trending

“Deadpool 2”: diretor Tim Miller deixa o projeto por ‘divergências criativas’


Foi anunciado no último sábado (22/10) que Tim Miller, diretor de Deadpool, não irá mais dirigir a sequência do filme. O motivo? Ele e Ryan Reynolds tem planos muito diferentes para o longa.

Como sabemos, Deadpool foi um projeto que levou 11 anos para ficar pronto. Desenvolvido por Reynolds em conjunto com Miller, tem seu sucesso creditado ao esforço da dupla, que muito tentou até conseguir a autorização da 20th Century Fox para tirar o projeto do papel.

Segundo o site The Wrap, a saída de Miller da sequência teria se dado por ‘divergências criativas’. Reynolds planejava fazer um filme barato (Deadpool faturou U$780 milhões enquanto o seu orçamento foi de incríveis U$58 milhões) e que seguisse a linha escrachada do personagem, focando em suas piadas e jeito único de ser. Enquanto isso, Miller tinha em mente um filme mais bem produzido, que pudesse competir com as outras produções de super-heróis que vemos por aí. Se Miller seguisse com seu plano, o custo do filme sairia 3 vezes maior que o do primeiro, de acordo com o site.

Segundo as informações, como a ideia de Reynolds tinha ainda mais dois adeptos, Rhett Reese e Paul Wernick, roteiristas do filme, ela venceu, fazendo com que Miller abandonasse a produção. De acordo com o site, a situação se resolveu de forma amigável.

Apesar de terem sido tomados de surpresa, os fãs já reagiram à notícia: existe um abaixo-assinado na internet que pede Quentin Tarantino na direção de Deadpool 2. Sim, isso é sério e você pode participar dessa petição clicando aqui. Imagina a mistura! Muito sangue e sarcasmo. “Se há de haver uma oportunidade do Tarantino fazer um projeto que é quase garantido que irá gerar 1 bilhão de dólares, ela está aqui. Já sentimos como este filme poderia ser em Kill Bill, mas imagine um cara como o Tarantino escrevendo o diálogo para o Mercenário Tagarela! Seria tão glorioso!”, diz a descrição do abaixo-assinado.

Comentários

comentários