Anna Muylaert deixa seu filme fora do Oscar em apoio a Aquarius Filmes, Trending

Anna Muylaert deixa seu filme fora do Oscar em apoio a Aquarius


A diretora de Mãe Só Há Uma, Anna Muylaert, decidiu não se inscrever na disputa do Oscar 2017 com seu filme para dar apoio a Aquarius, longa ainda inédito de Kleber Mendonça Filho.

A decisão da diretora é um ato contra a parcialidade da comissão que escolherá qual longa brasileiro representará o Brasil na premiação.

Não entendeu? Vamos explicar:

Em maio deste ano aconteceu na França o Festival de Cannes, um dos mais prestigiados eventos do universo do cinema. Lá, estrearam algumas das grandes produções brasileiras deste ano, dentre elas Mãe Só Há Uma, o documentário O Cinema Novo (vencedor do prêmio “Olho de Ouro”) e, claro, Aquarius.

No entanto, maio também foi um mês de grande reviravolta na política do nosso país. Com o impeachment de Dilma Rousseff, muitos artistas fizeram protestos, cada um da sua forma. Foi então que o elenco de Aquarius e o diretor Kleber Mendonça Filho, quando passaram pelo tapete vermelho de Cannes, levantaram cartazes com frases em francês e inglês que diziam coisas como “Aconteceu um golpe no Brasil”.

O ato, claro, gerou muita controvérsia, principalmente no país. Porém, quando o crítico Marcos Petrucelli, abertamente contra o protesto feito em Cannes, foi escolhido pelo Ministério da Cultura para fazer parte da comissão que irá escolher o filme que representará o Brasil no Oscar, a indignação tomou conta de Mendonça Filho e seus colegas de profissão.

Em apoio a Aquarius, tanto Anna Muylaert quanto o diretor Gabriel Mascaro, que disputaria com Boi Neon, decidiram não inscrever seus filmes para o Oscar. “Não me sinto confortável em participar de um processo seletivo de interesse público que tem demonstrado imparcialidade questionável”, disse Mascaro à Folha de S. Paulo.

“Todo ano tem um concorrente natural. Como no ano passado era o meu, me inscrevi pois achei correto. Este ano o correto é o ‘Aquarius'”, declarou Anna para o G1.

Leia Mais:

Comentários

comentários