Foto: Reprodução/Instagram Música

Paul McCartney fala sobre como escolhe seus repertórios


Na última terça-feira (09), o site da revista Rolling Stone divulgou uma boa entrevista com Paul McCartney, na qual o músico falou um pouco sobre sua nova e atual turnê, “One On One”, e como costuma escolher as canções que irá apresentar ao vivo. 

A “One On One” teve início em abril deste ano e, depois de passar por cidades dos Estados Unidos, Canadá e Argentina, agora está na Europa, com shows agendados até o fim deste mês. Depois, ela voltará à América do Norte para mais datas. “É como algo do Bob Dylan, né? A turnê sem fim”, brinca Paul. “Você adiciona algumas coisas, muda a apresentação um pocuo, só para que as pessoas que já assistiram à última turnê e virão a essa não fiquem entediadas”.

O eterno Beatle ainda falou qual seu método de escolha para o repertório das turnês, afinal, sabemos que essa não é uma missão fácil diante de tantas opções incríveis entre carreira solo, Beatles e Wings: “Toda banda sabe que, se você tocar os hits antigos, as pessoas adoram, e todos os telefones brilham ao redor e tudo parece uma galáxia-estelar. Quando você toca coisas novas, tudo parece um buraco negro. Eu tento animar o público para elas, algumas vezes: ‘eu sei de quais vocês gostam. Nós sabemos’. Mas eu gosto de tocar as novas”.

“Apesar de ter muitos fãs de Beatles e Wings nos shows, ainda existem muitas pessoas que querem ouvir algo novo ou diferente, ou até mesmo coisas raras. Gosto de fazê-los felizes também. Eu ouço as músicas e penso, ‘essa é uma ótima canção’. Tudo depende de nos empolgar. Se a canção nos empolga, provavelmente empolgará o público – dedos cruzados”.

Amanhã, sexta-feira (10), a coletânea “Pure McCartney” será lançada. Aqui no Brasil, a versão “standard” do álbum estará disponível a partir do dia 17.

Comentários

comentários