Pop Cultura na Itália: Visitando cenários de "Anjos e Demônios" Filmes

Pop Cultura na Itália: Visitando cenários de “Anjos e Demônios”


Quem nunca teve a curiosidade de estar em um lugar e saber que ali o seu filme favorito (ou não) foi gravado? Eu, Ana, sou a única redatora do Pop Cultura que não faz jornalismo: estudo cinema, na Universidade Anhembi Morumbi. Há pouco mais de um mês fui conhecer a Itália, e como boa cinéfila, procurei pontos turísticos onde filmes famosos foram gravados. 

Pop Cultura na Itália: Visitando cenários de "Anjos e Demônios"

A primeira parada da viagem foi Roma. A capital do país respira arte e história, e com isso, é um prato cheio para roteiristas e cineastas. Aqui foi gravado “Anjos e Demônios”, filme de 2009 dirigido por Ron Howard, segundo da sequência inspirada nos romances de Dan Brown. O filme conta a história de um professor de Harvard que, depois de ter decifrado o Código da Vinci, é chamado para investigar o sumiço de quatro cardeais da Igreja Católica. 

Protagonizado por ninguém menos que Tom Hanks (que dá vida ao Professor Langdon) e com nomes como Ewan McGregor (o Carmalengo) e Ayelet Zurer (Vittoria Vetra) completando o elenco, o filme foi um sucesso.

A história usa e abusa dos pontos turísticos da cidade. O principal é a Basílica de São Pedro, que fica no Vaticano, cidade-Estado dentro de Roma onde se encontra a sede da Igreja Católica.

Pop Cultura na Itália: Visitando cenários de "Anjos e Demônios"

O Vaticano é o menor país do mundo, já que tem o tamanho de aproximadamente um quarteirão. Incrível, não é? Aqui ficam hospedados o Papa, líder máximo do catolicismo, e mais 800 moradores. O idioma oficial do Vaticano é o italiano e o latim. A Praça de São Pedro, em frente à Basílica, é conhecida por ficar cheia de fiéis quando algum evento acontece, como a escolha de um Papa sucessor.

Logo no início do filme, vemos o Panteão, onde Langdon procurando referências aos 4 elementos (terra, ar, fogo e água) deixadas pelo escultor Bernini. O edifício tem mais de 2 mil anos de idade, e foi construído como um templo politeísta, se tornando depois, cristão.

Pop Cultura na Itália: Visitando cenários de "Anjos e Demônios"

O que mais impressiona nele é a cúpula gigante que tem no teto, que permite a entrada da luz do sol, iluminando o interior do local e dando a ideia de uma proximidade do divino com o mundano.

A Piazza Navona é outro local que o filme usa como cenário. É lá que o último dos cardeais ameaçados sofre um atentado e é jogado na fonte, arramado à um peso, mas acaba sendo salvo pelo Professor Langdon.

Pop Cultura na Itália: Visitando cenários de "Anjos e Demônios"

É no Castelo de Sant’Angelo que Langdon e Vittoria acham o centro da Igreja Iluminatti, conhecendo a grande mente por trás do ataque à Igreja Católica. O Castelo não estava nos planos da viagem, então acabei não entrando lá. Mas fiquei apaixonada pelos arredores do lugar. Sempre cheio de artistas de rua e música boa, sem contar que tem uma vista incrível do Rio Tibre e da Basílica de São Pedro.

Pop Cultura na Itália: Visitando cenários de "Anjos e Demônios"

 

E aí, gostaram? Roma é mesmo uma cidade cheia de histórias e mistérios, e nada como um filme bom para celebrar isso.

Comentários

comentários