Chegando à Holanda Críticas

Diário de bordo #2: viagem e chegada à Holanda


Já dizia o grande Galvão: “Bem, amigos do Pop Cultura”! Finalmente chegamos à Holanda. Mas, como tudo nesta vida faz parte de um grande processo, tivemos algumas paradas antes de chegar neste país frio, porém que já consideramos pacas. 

Viemos em um vôo da Air Europa. Antes de embarcar tínhamos até brincado com o quão entediante era ficar olhando o mapa e a localização do vôo nas televisões a bordo. Claramente, isto foi antes de entrarmos no avião e percebermos que não existiam televisões. Dia triste com certeza.

Foram 10 longas horas de muito choro de criança e pouco sono. Uma hora, a diversão foi acompanhar um cidadão que não lembrava onde tinha colocado a mala. Faz parte. Porém, não podemos reclamar da comida do avião. Foi um almoço, lanche da tarde e janta, com direito a sobremesa e tudo. Saímos do vôo rolando.

Depois destas 10 horas, chegamos em Madrid, onde esperamos o vôo para a Holanda por duas horas. Vale dizer que o aeroporto é gigante, e demoramos 15 minutos andando para chegar ao nosso portão. Um bom exercício para quem tanto comeu antes.

Finalmente, chegamos ao aeroporto de Amsterdã e já pegamos um ônibus diretamente para Ede, onde estamos fazendo o intercâmbio, em parceria com a Christelijke Hogeschool Ede, que, por sinal é tão maravilhosa que já quero pedir transferência.

Descobrimos, também, que nossa buddy (estudante que nos acolhe aqui) mora em uma república com outros 17 holandeses. Então, sim, moramos numa república com 18 holandeses, contando com ela. O lugar nos assustou um pouco quando chegamos. Sabe aquele Vejinha básico que costumamos passar SEMPRE em nossa casa? Aqui não existe isso. Mas, vida que segue. Novos anticorpos serão criados.

Para a recepção, eles já organizaram uma festinha com os amigos brasileiros. Teve cerveja holandesa e muita conversa sobre gírias e memes brasileiros, com os quais já tivemos o trabalho de familiarizar os holandeses (miga, sua louca). Curtiram pacas.

Amanhã tem mais. “Eita!”.

Comentários

comentários